Buscar no Site
    Buscar nos Títulos
    Buscar nos conteúdos

Ilustrações
    Do livro Vida de Jesus, de Ellen G. White, 1985, CPB Editora, ilustrado por A. Rios e Heber Pintos.






Eis O Homem

  • Vinte e sete de novembro de 2005, 15:52h, começo a digitar este Segundo Prefácio de EIS O HOMEM, após 17 anos do seu término, incentivado pelo meu cunhado Roberto Galego a retomar o projeto.
  • É isso aí Roberto, bom proveito.
  • O porquê da criação de EIS O HOMEM vocês poderão ler no Primeiro Prefácio, mas como foi feito vou contar agora.
  • O título EIS O HOMEM foi inspirado na programação da semana da páscoa de 1977 da Igreja Adventista de Sétimo Dia que levava este título naquele ano.
  • Esta é a frase de Pilatos quando apresenta Jesus perante o povo por ocasião de Seu julgamento.
  • Naquele ano, 1977, eu tinha uma máquina de escrever, então, após ler e analisar os versículos equivalentes nos quatro livros do Evangelho, eu datilografava o versículo selecionado.
  • Logo notei que não iria dar certo desta forma, pois teria que, inevitavelmente, encaixar alguns versículos entre os já datilografados.
  • Comecei então a recortar os versículos datilografados e a montar um quebra-cabeça com os pedaços. Esta foi a primeira fase deste trabalho.
  • Um dia me deparei com uma daquelas Bíblias grandes e ilustradas e me ocorreu que poderia tirar fotocópias de todas as páginas dos quatro livros evangélicos, recortar os versículos e fazer uma colagem, e assim eu fiz.
  • Após recortar e colar, recortar e colar, muitas vezes e por muitos anos, dei por encerrado o trabalho, após 11 anos.
  • Para dar um acabamento final, fotocopiei aquelas páginas coladas e as coloquei numa pasta do tipo A-Z. Ainda faltava um índice, logo, datilografei três índices que pudessem relacionar os títulos dos episódios, os versículos selecionados e os não selecionados, dentro de cada um dos quatro livros, incluindo o início do primeiro capítulo de Atos dos Apóstolos. Procurei a Casa Publicadora, mas não houve interesse em editar.
  • Até hoje, somente eu me dei a este prazer de ler o Evangelho Eterno numa única passada, sem mudar de livro ou ter que voltar as páginas, embora não fosse este o objetivo inicial.
  • Quando adquiri meu computador pessoal, em 1990, um PC XT, 12MHz, monitor âmbar (preto e branco), top de linha, surgiu a idéia de digitalizar este trabalhos, mas como teria de ser uma digitalização palavra por palavra, esta foi sendo adiada.
  • Com a evolução do PC XT para o PC AT, surgiram as Bíblias Digitais, que tornaria o meu trabalho mais fácil, mas eu já havia perdido a motivação, até que tomei e decisão de faze-lo, somente hoje, após tantos anos.
  • Sexta-feira, 2 de dezembro de 2005, 04:11h, acabo de concluir a versão digital de EIS O HOMEM, fazendo uso do aplicativo Auto Ajuda Através da Bíblia, versão 2G, Distribuição gratuita, Israel A. R. Vieira. Agora só falta publicar na Internet e esperar que as pessoas façam um bom uso desta compilação e possam sentir como eu o prazer de ler o Evangelho Eterno em uma única passada, sem mudar de livro e sem mudar de página.
  • Sexta-feira, 2 de dezembro de 2005, 05:29h, está na Net.
  • Mas não parei por aqui, pretendo ilustrar este trabalho, acrescentar os índices originais e outras melhorias que me der na cabeça, conforme for possível.
  • Finalmente,
Eis O Homem.